Sobre o Curso

O Conselho Federal de Farmácia publicou a resolução nº 654 de 22/02/2018 que dispõe sobre “os requisitos necessários à prestação do serviço de vacinação pelo farmacêutico e dá outras providências”. Tendo em vista que a pandemia do novo coronavírus trouxe uma “nova realidade” à sociedade e também que a farmácia é um estabelecimento de saúde, faz-se necessário a atualização profissional para que o processo de vacinação seja difundido e a expectativa de tempos melhores torne-se uma realidade mais próxima.

É com esse pensamento que foi pensado o curso de SERVIÇOS DE VACINAÇÃO PARA FARMACÊUTICOS organizado pelo Conselho Regional de Farmácia do Estado do Maranhão (CRF-MA) em parceria com o curso de Farmácia da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

  1. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

O curso terá carga-horária (CH) total de 20h e será realizado em formado híbrido, onde a CH teórica será ministrada de forma online e a CH prática de forma presencial.

A CH teórica consistirá numa porcentagem de 75% (15h) e será
ministrado de forma online, através da plataforma Microsoft Teams, onde
todos os inscritos assistirão no mesmo período. A previsão é de ocorrer
em três módulos em três noites durante a semana para contemplar também o
público adventista.

Módulo 1 (primeiro dia) – TEORIA ONLINE:

  1. a) Conhecer os benefícios da vacinação para a saúde pública;
  2. b) Conhecer a estratégia de vacinação (Programa Nacional de
    Imunização – PNI) e dados epidemiológicos das doenças evitáveis por
    vacinação no Brasil;
  3. c) Descrever as características das doenças evitáveis por vacinação, natureza e frequência das complicações;
  4. d) Identificar as diferenças entre imunização ativa e passiva;
  5. e) Descrever como a resposta imunológica desencadeada após administração de vacinas confere proteção contra doenças;
  6. f) Conhecer e interpretar os calendários vacinais;
  7. g) Caracterizar os tipos de vacinas, esquemas de vacinação, vias de administração e sua adequação ao público-alvo;
  8. h) Identificar os diferentes constituintes de uma vacina, como adjuvantes, conservantes e estabilizantes;

Módulo 2 (segundo dia) – TEORIA ONLINE:

  1. i) Educar a população acerca das medidas preventivas e dos aspectos da vacinação das doenças evitáveis por vacinação;
  2. j) Entender os requisitos técnicos e legais relacionadas à vacinação;
  3. k) Interpretar legislações e descrever medidas relacionadas à segurança ocupacional;
  4. l) Elaborar o plano de gerenciamento de resíduos em serviços de saúde;
  5. m) Conhecer a importância da rede de frio e sua manutenção;
  6. n) Conhecer o papel do farmacêutico e as etapas do serviço de vacinação;
  7. o) Identificar as técnicas de preparo, administração de vacinas pelas diferentes vias e atividades pós-vacinação;
  8. p) Identificar os locais anatômicos adequados para a vacinação de acordo com as características da população;

Módulo 3 (terceiro dia) – TEORIA ONLINE:

  1. q) Conhecer os protocolos de segurança do paciente durante a administração de vacinas;
  2. r) Conhecer o sistema de notificações e identificar incidentes, eventos adversos pós-vacinação e queixas técnicas notificáveis;
  3. s) Conhecer as condutas a serem adotadas frente aos possíveis
    eventos adversos pós-vacinação e outros problemas a ela relacionados;
  4. t) Identificar sinais e sintomas diferenciais de reação anafilática, síncope vaso vagal e ansiedade;
  5. u) Definir condutas para o manejo adequado de anafilaxia relacionada à vacinação;
  6. v) Conhecer as necessidades de saúde que demandem encaminhamento do paciente a outro profissional ou serviço de saúde;
  7. w) Descrever a forma correta de documentação do processo de cuidado ao paciente;
  8. x) Planejar campanhas de vacinação;

A CH prática consistirá numa porcentagem de 25% (5h) e será
ministrado de forma presencial, em algumas cidades do estado, onde os
inscritos assistirão em períodos distintos com a devida divisão de
grupos para obedecer os limites de ocupação dos espaços a serem
utilizados. A previsão é de ocorrer em módulo único podendo ser em
qualquer dia da semana e em qualquer turno (as turmas podem variar de
dia/horário) quando os órgãos competentes liberarem a sua realização
(obedecendo o disposto e a vigência dos decretos municipais, estaduais e
federais).

Módulo 4 – PRÁTICA PRESENCIAL:

  1. a) Acolher a demanda e analisar o estado vacinal do paciente;
  2. b) Identificar as necessidades e problemas de saúde, situações
    especiais, precauções, contraindicações relativas à vacinação e, quando
    couber, analisar a prescrição médica;
  3. c) Construir o plano de cuidado e selecionar as condutas a serem
    adotadas, incluindo vacina, esquema de administração e insumos
    necessários;
  4. d) Preparar, administrar a vacina necessária e descartar adequadamente os resíduos;
  5. e) Educar a pessoa sobre os cuidados e as precauções relativos à vacinação;
  6. f) Acompanhar e manejar eventos adversos pós-vacinação e outros problemas relacionados à imunização;
  7. g) Notificar incidentes, eventos adversos pós-vacinação e queixas técnicas;

Interagir com outros profissionais e proceder ao encaminhamento do paciente;

  1. h) Documentar o processo de cuidado ao paciente;
  2. i) Instituir as medidas de higiene das mãos no serviço de vacinação.
  1. FREQUÊNCIA E AVALIAÇÃO:

A frequência dos módulos online será realizada por lista gerada
automaticamente pela plataforma online usada. Já a frequência do módulo
presencial será realizada através de assinatura de lista durante a
realização do mesmo.

Para obter aprovação no curso, o participante deverá obter frequência
mínima de 75% (setenta e cinco por cento) da CH total do curso, sendo obrigatória e indispensável a frequência no módulo prático.
Além disso, a avaliação do rendimento dos participantes será realizado
pelos palestrantes através da interação durante o evento inteiro.

  1. INSCRIÇÕES

As inscrições serão realizadas através do portal do SIGA EVENTOS da
UFMA e será limitado a profissionais farmacêuticos devidamente inscritos
e ativos no CRF-MA.

  1. CERTIFICAÇÃO

Os certificados serão expedidos e chancelados pela Universidade Federal do Maranhão.

Rolar para cima