Quarta, 16 Julho 2014 01:39

Conselho

Escrito por

Cuidar do bem mais precioso do homem, a saúde, exige talento e essencialmente trabalho sério. A abrangência das várias áreas que incluem as Farmácias Comunitárias, de Manipulação, Hospitalares, Laboratórios de Análises Clínicas, atuações em Indústrias Farmacêuticas, no Ensino e Pesquisa Científica, mostra que a ciência farmacêutica forma um laço de preocupação e afeto com a saúde e o bem-estar do ser humano.

Criado pela resolução nº 09 do Conselho Federal de Farmácia, em 29 de outubro de 1962, o Conselho Regional de Farmácia do Estado do Maranhão, com sede em São Luís e seccional em Imperatriz, tem o papel de fiscalizar, orientar e direcionar o exercício do profissional farmacêutico dentro do estado, zelando pela sua valorização pelo cumprimento dos princípios éticos, visando constantemente a defesa da sociedade.

Com mais de 4.000 farmacêuticos inscritos e capacitados para prestar assistência farmacêutica de qualidade à população, o Conselho aproxima o farmacêutico do seu crescimento pessoal e profissional, direcionando suas necessidades e aspirações às instituições de ensino, capacitação e especialização, formando uma ponte entre o aprendizado e o crescimento intelectual da classe. A educação levada a sério por meio de palestras, cursos e pós-graduação além do apoio institucional às entidades de ensino público e privado prova que a qualidade é prioridade quando se trata de exercício profissional farmacêutico no Maranhão.

Com objetivo de assegurar à população o direito à assistência farmacêutica e uma prestação de serviço de qualidade, O CRF/MA, junto com autoridades sanitárias intensificou nos últimos anos suas fiscalizações nos estabelecimentos farmacêuticos, autuando e notificando irregularidades que venham a prejudicar a segurança, a integridade e a saúde do povo maranhense.

Ações sociais promovidas por meio de campanhas de orientação sobre diabetes, hipertensão, prevenção de câncer de colo de útero, AIDS, Doenças Sexualmente Transmissíveis e contra a automedicação são desenvolvidas no interior do estado e na capital, levando informações importantes que orientam e ajudam a melhorar a qualidade de vida da população carente e da sociedade em geral.

Investir na qualidade do serviço farmacêutico, na capacitação e orientação profissional, garantindo a promoção e recuperação da saúde da população, faz do Conselho Regional de Farmácia do Estado do Maranhão um referencial em ética e regimento da classe, mostrando que com compromisso, trabalho e diretrizes concretas pode se alcançar a excelência.

MISSÃO

Zelar pela valorização do exercício da profissão farmacêutica, através da observância dos princípios éticos, oferecendo um serviço de qualidade e transparência, em benefício da saúde coletiva da população maranhense.

VISÃO

Regularizar os estabelecimentos que exploram serviços farmacêuticos, promover o desenvolvimento e valorização do profissional farmacêutico, para garantir seu reconhecimento pela sociedade e contribuir para a melhoria da saúde pública no Maranhão.
Ampliar o campo de atuação do CRF-MA, descentralizando sua administração em todo o Estado.

 

Atendimento ao público:
Das 9h às 17h. De segunda à sexta.

Sede CRF – MA
Rua dos Faveiros quadra B nº 7 – São Francisco
CEP: 65.075-270 – São Luís- Maranhão
Fone: (98) 2107-3850 / 2107-3851
Fax: (98) 2107- 3852


Seccional Imperatriz

Avenida Dorgival Pinheiro de Sousa, n. 1163, sala 01 – Centro
CEP: 65903-279 – Imperatriz – Maranhão
Fone : (99) 3221-8980/3221-8989
Fax: (99) 3221-8981

Seccional Balsas
Av. Catulo, n. 170 Equatorial Shopping Center, 2º Piso - Sala 17, Balsas-MA
CEP: 65800-000.
Fone: (99) 3541 3891

 

 

Um acordo endossado por todos os segmentos que representam a Farmácia – profissionais, comércio varejista e indústria – e por praticamente todas as lideranças partidárias da Câmara dos Deputados não foi suficiente para garantir nesta terça-feira, dia 10 de junho, a votação do Projeto de Lei nº 4385/94.

No início da noite, a pauta foi trancada por representantes da oposição, contrários à votação do Decreto Lei da presidenta Dilma Rousseff, que regulamenta o Direito de Resposta. A manobra suspendeu a votação dos projetos, incluindo o PL nº 4385/94, que transforma farmácias e drogarias em estabelecimentos de saúde. O Projeto também obriga a presença permanente dos farmacêuticos nestes estabelecimentos e na indústria, como responsáveis técnicos.

Na tentativa de garantir a votação, representantes das entidades que compõem Fórum Nacional de Luta pela Valorização da Profissão Farmacêutica – CFF, Fenafar, Feifar, Abef e Enefar –, Conselhos Regionais e Conselheiros Federais, além de representantes da indústria e do comércio farmacêuticos, permaneceram o dia todo em articulação pelos gabinetes dos deputados.

O acordo pela aprovação do PL foi impresso e assinado por todas as entidades envolvidas, tendo sido endossado também pelos deputados Ivan Valente (Psol-SP), relator da matéria, Alice Portugal (PCdoB-BA) e Leonardo Quintão (PMDB-MG) e pela senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), além de várias lideranças. Depois, foi protocolado para deixar claro à Presidência da Casa e aos demais parlamentares que há consenso sobre a matéria. Pela manhã, o Fórum conseguiu, ainda, o apoio da Casa Civil.

“Apesar da obstrução e cancelamento da sessão na Câmara dos Deputados, que aprovaria o substitutivo, não podemos desanimar, e peço que a classe farmacêutica continue unida no propósito”, ressaltou a presidnete do CRFMA Drª Maria José Luna.

O Instituto Florence de Ensino Superior conferiu grau na noite desta quarta-feira (11), a mais uma turma do curso de Farmácia e Enfermagem. A solenidade realizada no Hotel Gran São Luís, contou com a presença da presidente do Conselho Regional de Farmácia, Dra Maria José Luna, que compôs mesa diretiva juntamente com o presidente do Sindicato dos Farmacêuticos, Dr. Carlos Toledo e às autoridades do Florence: a Profª Dra.Ildoana Paz Oliveira, Diretora Acadêmica, Drª, Ana Larissa Araujo Nogueira, Coordenadora de Enfermagem, o Dr.Luiz Fernando Ramos Ferreira, Coordenador de Farmácia, e Profº Bento Ives Barbosa Gomes, Consultor do Florence.

 

Em discurso aos 27 novos farmacêuticos maranhenses, a presidente do CRF-MA fez uma referência ao momento de luta pela valorização da profissão farmacêutica. “Estamos há mais de dez anos nessa luta, mas, a consequência positiva desse longo período, é saber que o número de profissionais vem aumentando a cada ano e a nossa classe sendo fortalecida por farmacêuticos atuantes, responsáveis e comprometidos eticamente com a profissão e com o bem estar da sociedade”, afirmou a Dra Luna.

 

Ainda de acordo com a presidente a grande quantidade de novos farmacêuticos no mercado, é uma realidade que influencia diretamente na assistência farmacêutica de farmácia e drogarias, no campo da citologia, análises clínicas, e nas demais áreas de atuação regulamentas da profissão.

 

Os Conselheiros Regionais e membros da Diretoria do CRF, Dr. Luiz Mário e Dr. Edson Belfort, também prestigiaram os formandos.

Aproximadamente 70% da população brasileira ingere medicamento sem prescrição médica ou orientação farmacêutica. Uma estatística alarmante que influencia diretamente na saúde pública, aumentando os casos de internações por intoxicações, e registros de óbitos.

Os dados foram apontados durante uma ação do Conselho Regional de Farmácia do Estado do Maranhão, na segunda-feira (5), durante programação pelo “Dia Nacional do Uso Racional de Medicamentos”, na Praça Deodoro, em São Luís.

A ação mobilizou farmacêuticos e acadêmicos de farmácia de várias instituições de ensino superior da capital, na prestação de serviços de aferição da pressão arterial, verificação da glicemia e abordagens em via pública sobre a importância do uso de medicamentos sob a prescrição e orientação do profissional habilitado.

Para Eliete da Conceição Rocha, 26, e com seis meses de gestação, a ação com foi muito esclarecedora apesar de ela não ter aceitado o medicamento entregue pelo estudante. “Não aceitei o medicamento. Não sei para qual sintoma ele é indicado. Pode ser perigoso, principalmente para mulheres grávidas”, relatou.

De acordo com a presidente do CRF-MA, Drª Maria José Luna, a ação disse que a ação atingiu o seu objetivo, que foi conscientizar a população do uso racional do medicamento. “Tenho a certeza que as atitudes das pessoas que passaram pelos nossos stands e receberam as orientações serão mais preventivas quanto à sua saúde” afirmou.

Drª Luna destacou ainda, que o acesso aos profissionais prescritores, no setor público em especial, permite que esse usuário administre a medicação de forma responsável, aliado também, à presença dos profissionais farmacêuticos nas farmácias e drogarias.

Terça, 03 Junho 2014 12:17

Fórum reuniu centenas de farmacêuticos em São Luís

Escrito por

Marcado por uma ampla discussão sobre a profissão farmacêutica foi realizado nos dias 09 e 10 de maio, o “Fórum Maranhense de Luta pela Valorização da Profissão Farmacêutica”. O evento foi assistido por cerca de 500 pessoas entre profissionais, acadêmicos e demais profissionais da saúde, no Auditório Desembargador Sarney Costa, em São Luís.

A abertura oficial do Fórum contou com a presença de representantes de entidades da farmácia brasileira, como a presidente do Conselho Regional de Farmácia do Estado do Maranhão, Dra Maria José Luna e toda a Diretoria; do conselheiro federal de Farmácia pelo Maranhão, Dr. Luís Fernando Bacelar;do presidente do Sindicato dos Farmacêuticos do Maranhão, Dr. Carlos Toledo, do presidente do Conselho Federal de Farmácia,Dr. Walter Jorge da Silva João; do presidente do Conselho Regional de Farmácia do Piauí, Dr.Ítalo Rodrigues, além de autoridades maranhenses, como a secretária municipal de Saúde, Dra. Helena Duailibe, no ato representando do prefeito Edivaldo Holanda Júnior, o gerente do PROCON, Kléber Moreira Trinta, e o vereador Ricardo Diniz.

Para a Dra Maria José Luna, o Fórum superou as expectativas. “Provocamos nesses dois dias uma ampla discussão sobre os interesses da profissão farmacêutica. Formamos uma aliança com as entidades, onde todas caminharão em uma única direção, que é a valorização do profissional como prestador de serviços de saúde atingível à todas as camadas sociais”, disse. O presidente do CFF, Dr. Walter Jorge falou da dedicação do Conselho maranhense em mobilizar toda a categoria para a realização do fórum e destacou o trabalho desenvolvido pela presidente à frente da entidade. “É salutar o brilhante trabalho desenvolvido pela Dra Maria José Luna à frente do regional e da saúde pública deste estado. Fico muitíssimo honrado em estar participando do fórum com entidades unidas lutando pelo mesmo objetivo: a valorização dos profissionais farmacêuticos, tão essenciais no dia a dia da sociedade”, observou.

Debates – O Fórum proporcionou ainda a interação do público com os palestrantes durante a exposição de temas sobre a atuação do profissional farmacêutico, atribuições clínicas e prescrição farmacêutica, semiologia, e a apresentação de experiências exitosas nas áreas de análises clínicas, distribuição de medicamentos, farmácia comunitária, e agenda sindical para a valorização da profissão. O evento contou com uma participação massiva de acadêmicos de farmácia de várias instituições de ensino do Maranhão. “Este momento para os acadêmicos foi de extrema importância, pois apesar de estamos ainda em processo de graduação, estamos nos engajando em uma luta para que a profissão que escolhemos seja de fato valorizada, que a população tenha acesso aos nossos serviços. Estou muito feliz em ter participado dessa discussão por uma causa tão justa”, frisou Sérgio Henrique Campos, acadêmico do 7º período de Farmácia, do Instituto Florence de Ensino Superior.

O Fórum de Luta Pela Valorização da Profissão Farmacêutica acontece em todos os estados brasileiros e tem como objetivo mobilizar os agentes do setor (conselhos, federações, associações, sindicatos e profissionais) junto aos representantes políticos de cada estado na Câmara dos Deputados, para que seja aprovado o Projeto de Lei 4385/1994, nos termos da proposta de subemenda aglutinativa global elaborada pelos Coordenadores do Fórum Nacional de Luta Pela Valorização da Profissão Farmacêutica.

A Diretoria do Conselho Regional de Farmácia do Estado do Maranhão (CRF-MA) esteve em Brasília nos dias 13 d 14 de maio, para acompanhar na Câmara dos Deputados, a votação do substitutivo do Deputado Ivan Valente, ao PL nº 4385/1994, da ex-senadora Marluce Pinto que, mais uma vez, não entrou na pauta da sessão.

O substitutivo define a farmácia como estabelecimento de saúde e torna obrigatória a presença permanente do farmacêutico nas farmácias e drogarias, como responsável técnico, durante todo o horário de funcionamento.

A mobilização de farmacêuticos em todo o país que integram o Fórum Nacional de Luta pela Valorização da Profissão Farmacêutica, acontece no sentido de defender a essência do substitutivo, mas propondo ainda, que ele seja atualizado por meio de uma subemenda aglutinativa.

Para a presidente do CRF-MA, Drª Maria José Luna, “o momento representa a força da farmácia brasileira nesta luta incessante pelo bem comum da profissão e da saúde pública”.

Fórum – Recentemente o Conselho Regional de Farmácia do Estado do Maranhão em parceria com o Conselho Federal de Farmácia (CFF), Sindicato dos Farmacêuticos (SINFARMA), associações e federações realizou o Fórum Maranhense de Luta pela Valorização da Profissão Farmacêutica. O evento abordou, através de palestras e debates, a importância do farmacêutico na prestação de serviços à sociedade, e as farmácias como estabelecimentos de saúde.

A presidente do Conselho Regional de Farmácia do Estado do Maranhão, Drª Maria José Luna participou nesta quinta-feira (22), da solenidade de abertura do “I Fórum Maranhense de Qualificação da Assistência Farmacêutica”, uma iniciativa do Conselho de Secretários de Saúde do Estado do Maranhão – COSEMS em parceria com o Ministério da Saúde, Secretarias Municipais e Estadual de Saúde e Conselho Regional de Farmácia do Maranhão.

O evento reuniu gestores e coordenadores das Assistências Farmacêuticas Municipais, com o intuito de trazer informações sobre a organização e estratégias de qualificação da Assistência Farmacêutica no nível federal e estadual. E ainda, apoiar os municípios a implantar/implementar o HÓRUS, bem como, para os municípios elegíveis no Programa QUALIFAR-SUS Eixo Estrutura qual a perspectiva para a nova seleção 2014.

Programa – Para melhorar a qualidade do acesso ao medicamento no Brasil, o Ministério da Saúde criou o Programa de Qualificação da Assistência Farmacêutica (QUALIFAR-SUS), para contribuir com o processo de aprimoramento, implementação e integração das atividades da Assistência Farmacêutica no país fortalecendo a rede de atenção à saúde. Uma iniciativa para a valorização, qualificação, engrandecimento e respeito da profissão farmacêutica no Brasil e em especial, no estado do Maranhão.

Será realizado de 1º a 04 de junho, o 41º Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 14º Congresso Brasileiro de Citologia Clínica, 2º Núcleo de Gestão e Qualidade Laboratorial e 1º Encontro de Ciência Forense, no Centro de Eventos FIERGS, em Porto Alegre – RS.

O congresso é uma realização da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas – SBAC e Sociedade Brasileira de Citologia Clínica – SBCC,sendo uma oportunidade ímpar para atualização profissional, intercâmbio de experiências, além de propiciar um contato direto com entidades e conselhos de classe.

A presidente do Conselho Regional de Farmácia do Estado do Maranhão, Drª Maria José Luna, participará da programação científica, na Sessão Interativa de Citologia 2 – Casos ginecológicos e não ginecológicos.

A programação, meticulosamente planejada, contará com a presença dos mais conceituados palestrantes nacionais e internacionais, visando oferecer o que há de mais atualizado em tecnologia, conhecimento e inovações laboratoriais.

Mais informações podem se obtidas no site do evento (cbac.org.br).

Terça, 03 Junho 2014 11:40

Entidades esclarecem Matriz Mínima do MERCOSUL

Escrito por

São muitos os questionamentos sobre as Portarias nº 734 e nº 735, de 2 de maio de 2014, após aprovada pelo ministro da Saúde, Arthur Chioro. A medida determina que profissionais brasileiros de várias áreas da saúde emitam título e exerçam a profissão nos países que integram o MERCOSUL: Argentina, Paraguai e Uruguai, e vice- versa.

As entidades farmacêuticas, como o Conselho Regional de Farmácia e o Conselho Federal de Farmácia defendem o preenchimento da Matriz Mínima que, embora obrigatório, não é suficiente para tornar legal o exercício profissional no Brasil, e ressaltam, que é imprescindível a revalidação do diploma obtido em faculdade estrangeira e o registro no respectivo Conselho Profissional.

Os órgãos atestam, ainda, que não existe nenhuma liberalização que faculte a livre circulação de profissionais nos países que compõem o MERCOSUL.

Sobre a Matriz Mínima do Mercosul

A Matriz Mínima de Registro de Profissionais de Saúde do MERCOSUL é um cadastro de preenchimento obrigatório que contém informações sobre os profissionais que exercem ou que pretendem exercer sua profissão no âmbito do MERCOSUL. A Matriz Mínima foi aprovada pelo Grupo Mercado Comum, por meio da Resolução nº 27/2004, e foi internalizada no Brasil pela Portaria GM nº 552/2005, do Ministério da Saúde. O seu preenchimento é o início do processo a que estarão submetidos os profissionais que desejarem emigrar.

Pagina 36 de 36

Eventos e Cursos

       1-simposio-de-farmacia-hospitalar

Sede CRFMA

Rua Faveiros, Quadra. B, número 7 - São Francisco São Luís - MA CEP:65076-140.

Fone:
(+55 98) 2107-3850/2107-3851
Fax:(+55 98) 2107-3852

Atendimento ao público:
Segunda à sexta das 9h às 17h.

Seccional Imperatriz

Avenida Dorgival Pinheiro de Sousa, n. 1163, sala 01 – Centro Imperatriz – MA CEP: 65903-279.

Fone/Fax:
(+55 99) 3221-8981 e 3221-8989

Atendimento ao público: 
Segunda à sexta 8h às 12h e das 14h às 18h.

Seccional Balsas

Av. Catulo, n. 170 Equatorial Shopping Center, 2º Piso - Sala 17, Balsas-MA CEP: 65800-000.

Fone:
(+55 99) 3541 3891

Atendimento ao público: 
Segunda à sexta das 14h às 18h.

Twitter Twitter

 

Facebook Facebook

 

RSS RSS

 

YouTube YouTube