O Conselho Regional de Farmácia do Estado do Maranhão (CRF-MA) autarquia com atuação no âmbito da fiscalização do exercício da profissão farmacêutica e órgão executivo do conselho federal de farmácia que tem como objetivo de assegurar à população o direito à assistência farmacêutica e uma prestação de serviço de qualidade informa que por meio da Portaria SES/MA n.º 256, o Governo do Estado estabeleceu a implantação da Assistência Farmacêutica nos 217 municípios do Maranhão, recomendando a inserção nos organogramas das Secretarias Municipais de Saúde à coordenação da Assistência Municipal. A diretriz atende um conjunto de ações visando ao acesso e ao uso racional de medicamentos, bem como a sua seleção, garantia da qualidade dos produtos, serviços, distribuição e dispensação, oferecidos à população. A portaria está disponível no Diário Oficial do Estado do Maranhão de 12 de maio deste ano.

Para a presidente do Conselho Regional de Farmácia do Estado do Maranhão (CRF-MA), Dra. Maria José Luna, a portaria representa uma avanço para o setor no estado em várias dimensões. “Nós, como Conselho de Farmácia, temos buscado incessantemente o contato com as Secretarias Municipais de Saúde, para que a assistência farmacêutica pudesse ser implantada pois, nosso propósito é garantir que dentro das farmácias, unidades de saúde, tenha o farmacêutico que é o profissional responsável para fazer a manipulação do medicamento, quer ele esteja sendo desenvolvido ou dispensado. E a publicação dessa portaria nos deixa felizes, pois percebemos que nossa atuação quanto CRF-MA está dando certo e temos apoio nessa luta em busca de uma assistência farmacêutica de qualidade”, declarou Dra. Maria José Luna.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) estabeleceu também, outras ações a serem cumpridas pelos gestores municipais. Agora, o farmacêutico coordenador da Assistência Farmacêutica Municipal deverá ser o responsável pelo Ciclo da Assistência Farmacêutica no seu município, para garantir a segurança e o acesso adequado aos medicamentos e insumos.

De acordo com a portaria, a medida prevê um conjunto de ações que envolve a pesquisa, o desenvolvimento e a produção de medicamentos, bem como a sua seleção, programação, aquisição, distribuição, dispensação. O objetivo é a garantia da qualidade, assim como o acompanhamento e a avaliação de sua utilização na perspectiva da melhoria da qualidade de vida da população.

Na Assistência Farmacêutica Municipal, caberá ao farmacêutico elaborar a Relação Municipal de medicamentos (Remume), baseada Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (Rename) vigente. O instrumento subsidiará gestores das Secretarias Municipais de Saúde para realização de aquisições públicas com base nas orientações dos órgãos regulatórios. A relação deve ser apresentada e aprovada pelo Conselho Municipal de Saúde. A atualização da lista ocorrerá de acordo com as necessidades epidemiológicas do município.

O Conselho Regional de Farmácia do Estado do Maranhão realizará no dia 19 de maio, mais um curso de formação continuada do Programa de Qualificação do Farmacêutico- PQF, com o tema “Radiofarmácia e o papel profissional do Farmacêutico”, que será apresentado pelo farmacêutico Dr. Albiano de Araújo. O curso terá início às 19h, na sala 40, da Faculdade Pitágoras - Cohajap, em São Luís. 
 
Perfil do Palestrante:
 
Albiano de Araújo
 
Graduado em farmácia pela Faculdade Anhanguera de Brasília em 2012; Pós graduando em Radiofármacia pela Sociedade Beneficente Instituto de Pesquisa Israelita Hospital Albert Einstein;
Atua em Radiofármacia desde 2012, ocupando hoje a coordenação das radiofármacias das clínicas de medicina nuclear do IMEB - Imagens Médicas de Brasília;  Sócio fundador da NPS - Nuclear Pharma Soluções em Radiofármacia; Membro da Comissão Assessora de Radiofarmacia no CRF/DF.
O Conselho Regional de Farmácia do Estado do Maranhão realizará no dia 26 de maio, mais um curso de formação continuada do Programa de Qualificação do Farmacêutico- PQF, com o tema “As Atribuições do Farmacêutico na Saúde Estética”, que será apresentado pelas farmacêuticas Dra. Michelle Mualem e  Dra. Millena Franco. O curso terá início às 16h, no Auditório “Terezinha de Almeida Silva Rego”, na Sede do CRF-MA, em São Luís. As inscrições podem ser efetuadas a partir do dia 12 de maio, no sistema de eventos, através do endereço: INSCREVA-SE AQUI!   
 
Conheça as palestrantes:
 
Profª Dra. Michelle Villas Boas Mualem
Farmacêutica, Especialista em Farmácia Estética, Saúde Pública e Vigilância Sanitária;
Beauty Coach;
Palestrante;
Consultora Técnica de Farmácias de Manipulação;
Docente dos Cursos de Medicina e do Bacharelado em Estética da Universidade Ceuma;
Docente de cursos de Pós-Graduação nas áreas de Estética e Cosmetologia;
Editora da Revista Brasileira de Estética;
Presidente da Comissão Assessora de Farmácia Estética do Conselho Regional de Farmácia do Maranhão;
Professora Orientadora da Liga de Estética e Cosmética da Universidade Ceuma;
 
Dra. Millena Abreu Franco
Farmacêutica e Bioquímica
Especialista em Farmácia Estética/ Saúde Pública/ Dermato Funcional/ Certificação Internacional em Criolipólise e Saúde Estética. 

O Conselho Regional de Farmácia do Estado do Maranhão (CRF-MA), em parceria com o Conselho Federal de Farmácia (CFF) e a Ordem dos Advogados do Brasil no Maranhão (OAB/MA) realizaram ontem, 10, na sede da OAB/MA, o Workshop sobre Judicialização na Saúde que visou tratar de assuntos, como: ações de planejamento e gestão sistêmicos com foco na saúde, propendendo à redução da judicialização com objetivo de estabelecer estratégias para auxiliar o Estado e os Municípios a diminuírem o número de ações judiciais na saúde, através da gestão sistêmica das redes de trabalho.

Estiveram presentes para compor a mesa na cerimônia de abertura do workshop a presidente do CRF-MA, Dra. Maria José Luna; o conselheiro federal pelo Maranhão, Dr. Fernando Bacelar; o presidente em exercício da OAB-MA, Dr. Pedro Augusto Souza de Alencar; o coordenador do comitê executivo da saúde do Rio Grande do Sul, Ex.º Senhor Desembargador, Dr. Martin Schulze; o diretor do Procon - MA, Dr. Duarte Júnior; o gestor da assistência farmacêutica do município de São Luís, Dr. Fabrício Torres; a integrante da comissão da saúde em São Luís, Dra. Marcela Abdalla; o Excelentíssimo Senhor Juiz de Direto da 15ª vara cível, Dr. Alexandre Abreu; o gestor da assistência farmacêutica da Secretaria de Estado da Saúde do Maranhão, Dr. Sandro Feitosa; a defensora pública do núcleo de direitos humanos, Dra. Clarisse Viana. Ainda participaram do workshop autoridades das áreas da saúde e jurídica, assim como farmacêuticos e acadêmicos do curso de farmácia.

“Quero agradecer primeiramente a OAB/MA que nos apoiou desde o início quando o workshop ainda era somente uma idéia, agradecer a presença de todos e do Conselho Federal de Farmácia que prontamente atendeu nossas demandas. Quero deixar registrado que iremos fazer muito mais workshops com o intuito de destacar a valorização do profissional farmacêutico, pois nós atuamos com a finalidade de atender as demandas da saúde na sociedade” relatou a presidente do CRF-MA, Dra. Maria José Luna.

“É com muita alegria que trazemos um workshop dessa importância para o estado do Maranhão e não conseguiríamos fazer sem a participação direta do CRF-MA, pois hoje estamos destacando um assunto tão importante que é a judicialização na saúde. Queremos que o farmacêutico atue comprometido com a sociedade e capacitado dentro da gestão de saúde” declarou o conselheiro federal pelo Maranhão, Dr. Fernando Bacelar.

Na ocasião foi ofertada uma mostra dos trabalhos realizados em outros estados da federação, pois serviu para aproximar e formar redes de cooperação entre os operadores do direito e operadores da saúde no estado, propiciando o intercâmbio entre as instituições do sistema de justiça e do sistema de saúde , desenvolvendo ações de planejamento e gestão sistêmicos com foco na saúde, e visando assim à redução da judicialização.

 
 
 

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (2ª Instância) decidiu nesta quinta-feira, dia 4 de maio de 2017, que os farmacêuticos não podem ser privados de exercer a atividade de Citologia. A decisão manteve a nulidade de dispositivos da Resolução CFM nº 1823/2007 e ao mesmo tempo ratificou a Resolução CFF nº 358/2001, que regulamentou a competência aos farmacêuticos para executar exames citopatológicos em todas as suas modalidades, emitir e assinar laudos e pareceres técnicos.

A decisão em favor da categoria farmacêutica novamente impede a tentativa do Conselho Federal de Medicina (CFM) de impor restrições à atuação dos farmacêuticos na Citologia com a edição da Resolução CFM nº 1823/2007, que vedava o exercício da Citologia pelos farmacêuticos e restringia a atividade aos médicos. Logo após a publicação da referida Resolução do CFM, o Conselho Federal de Farmácia (CFF) impetrou ação civil pública questionando a normativa tendo já logrado êxito deste a 1ª instância.

Na decisão, que foi publicada no Diário da Justiça desta sexta-feira, dia 5 de maio, o juiz federal Eduardo Morais da Rocha entendeu que a Resolução CFM nº 1823/2007 excede o poder regulamentar conferido à autarquia e ofende a disposição contida no inciso XIII do artigo 5º da Constituição Federal, “que garante o direito ao livre exercício profissional quando atendidas as exigências legais”. O juiz também considerou que “aos profissionais farmacêuticos assiste o direito de elaborar exames citopatológicos, não importando em invasão de área privativa dos médicos, inexistindo, portanto, qualquer ilegalidade na edição da Resolução CFF nº 358/2001.

O presidente do CFF, Walter Jorge João, disse que a decisão confirma a importância do farmacêutico para a Citologia e demonstra a atuação vigilante do Conselho contra ameaças ao exercício da profissão, em qualquer que seja a área de atuação. “Estamos sempre atentos às causas da Citologia Clínica, tanto estimulando a opção dos farmacêuticos em atuar nessa área como batalhando pela manutenção do exercício dessa atividade, cujo direito mantem-se inabalado e assegurado por lei”.

Walter explicou que a Citologia é um campo amplo de atuação farmacêutica e há um grande número de farmacêuticos atuando tanto em laboratórios de análises clínicas particulares como em estabelecimentos voltados exclusivamente para a Citologia, além da presença marcante na rede pública do Ministério da Saúde (MS). “Não é por acaso que esse ramo das Análises Clínicas, que faz os diagnósticos preventivos de lesões pré-cancerígenas e do câncer, sempre foi uma disciplina dos cursos de graduação em Farmácia e há muito tempo são oferecidos cursos de pós-graduação para especializar os farmacêuticos nessa área”.

Fonte: Comunicação do CFF

A automedicação é a principal causa de intoxicação no Brasil, respondendo por um terço de todos os casos registrados pelo Sistema Nacional de Informações Toxicológicas (Sinitox). Isso equivale dizer que, por hora, três brasileiros se intoxicam com medicamentos. 

Mais de 50% de todos os medicamentos são incorretamente prescritos, dispensados e vendidos; e mais da metade dos pacientes que os utilizam o fazem incorretamente. ​

Por isso, na manhã de hoje, 05 de maio, dia nacional pelo uso racional de medicamentos, o Conselho Regional do Estado do Maranhão (CRF- MA) em parceira com Conselho Federal de Farmácia (CFF) participou do Desafio Global para a Segurança do Paciente no Uso de Medicamentos lançado no dia 29 de março pela OMS. A meta é reduzir em 50% os danos graves e evitáveis associados a medicamentos, nos próximos cinco anos. 

A ação fez parte da programação nacional pelo “Dia Nacional do Uso Racional de Medicamentos” que aconteceu na Praça Deodoro, em São Luís, e em Imperatriz a ação aconteceu na Secretaria Municipal de Saúde e na FACIMP|DeVry com ciclo de palestras e orientações de conscientização.

O CRF-MA mobilizou farmacêuticos e acadêmicos de farmácia de várias instituições de ensino superior da capital, na prestação de serviços de aferição da pressão arterial, verificação da glicemia e abordagens em via pública sobre a importância do uso de medicamentos sob a prescrição e orientação do profissional habilitado.

De acordo com a presidente do CRF-MA, Dra. Maria José Luna, a ação alcançou o seu objetivo, que foi levar para a população a conscientização do uso racional do medicamento. “É importante fazer ações que levam informações mais esclarecedoras para a população e poder fazer essa conscientização em contato direto nos mostra o quanto as pessoas usam medicamento erroneamente. Fiquei muito feliz em ver e poder contar com os farmacêuticos docentes e os acadêmicos das Faculdades Pitágoras, Maurício de Nassau, Florence, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), da Universidade CEUMA, e em Imperatriz da FACIMP|DeVry que estiveram engajados atendendo e orientando a população”.

 “É de extrema relevância poder participar junto com a comunidade acadêmica de São Luís dessa ação de mobilização ao uso racional de medicamentos. Hoje estamos aqui para mostrar a função do farmacêutico, que é orientar e cuidar do bem estar da saúde do paciente. Também viemos alertar a população que o uso errado de medicamento pode ser um problema no futuro”, afirmou o acadêmico do 7º período do curso de Farmácia da Faculdade Pitágoras, Nilson Bezerra.

Para Elaine Cristina, promotora de vendas, a ação foi muito esclarecedora, pois ela afirmou que realiza a ingestão de medicamentos para o estômago “Sei que é errado fazer isso, mas quando a gente precisa não tem como ficar sem tomar o remédio, hoje já tive orientação de como proceder e aprendi que o farmacêutico é habilitado para isso”, relatou.

“Hoje estamos na Praça Deodoro conscientizando a população sobre o uso racional de medicamentos, esses que não podem ser ingeridos de qualquer forma, necessita sempre de orientação do profissional farmacêutico que vai fazer a dispensação correta dos medicamentos para que o tratamento seja satisfatório, pois não é adequado tomar medicamento sem orientação, podendo se tornar prejudicial à saúde”, declarou o acadêmico do 6º período da Faculdade Pitágoras, Ângelo Pereira Martins.

O Conselho Regional de Farmácia do Estado do Maranhão (CRF-MA), o Conselho Federal de Farmácia (CFF) e a Ordem dos Advogados do Brasil no Maranhão (OAB/MA) realizarão no dia 10 de maio de 2017, das 8h30 às 17h, na sede da OAB/MA, o Workshop sobre a Judicialização na Saúde - Ações de planejamento e gestão sistêmicos com foco na saúde, visando a redução da judicialização com objetivo de estabelecer estratégias para auxiliar o Estado e os Municípios a diminuírem o número de ações judiciais na saúde, através da gestão sistêmica das redes de trabalho. 

Na ocasião será ofertado uma mostra dos trabalhos realizados em outros estados da federação, aproximar e formar redes de cooperação entre os operadores do direito e operadores da saúde no estado, propiciar o intercâmbio entre as instituições do sistema de justiça e do sistema de saúde do estado, desenvolver ações de planejamento e gestão sistêmicos com foco na saúde, visando a redução da judicialização. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no local do evento. Os certificados para os participantes será enviado por e-mail.

PROGRAMAÇÃO:

8H30 – MESA DE ABERTURA

CFF, CRF-MA, OAB-MA, TJ-MA, DEFENSORIA PÚBLICA – MA, PGJ/MP-MA, SES-MA

9H ÀS 10H – PAINEL I – COMITÊ EXECUTIVO DO RS – MOSTRA DO SISTEMA DE JUSTIÇA Desembargador – RS – MARTIN SCHULZE – Coordenador do Comitê Executivo da Saúde do RS.

Ações, estrutura e realizações do Comitê Executivo Estadual do RS do Fórum Nacional do Judiciário para a Saúde do CNJ. Ação de Planejamento e de gestão Sistêmicos com Foco na Saúde.

10H ÀS 11H – PAINEL II – COMITÊ EXECUTIVO DO RS – MOSTRA DE SISTEMA DE SAÚDE FARMACÊUTICO – CRF-SP

Estruturação da Assistência Farmacêutica, Núcleos de Apoio Técnico aos Magistrados, Farmacêuticos na Defensoria Pública, Rede Nacional de parecer Técnicos.

11H ÀS 12H – PAINEL III – MOSTRA DO ESTADO DO MARANHÃO

Juiz da 7ª Vara da Fazenda Pública do MA – Dr. João Santana Souza – Coordenador do Comitê Executivo do MA

Ações, estrutura e realizações do Comitê Executivo Estadual do MA do Fórum Nacional do Judiciário para a Saúde do CNJ.

12h – INTERVALO

14h às 16hMESA DE DEBATES

Moderador: Dr. Thiago Diaz – Presidente da OAB-MA

Dr. João Santana Souza – Coordenador do Comitê Executivo do MA

Desembargador Marin Schulze – Coordenador do Comitê Executivo do RS

Dra. Maria José Luna dos Santos da Silva – Presidente do CRF-MA

Dra. Isabel Cristina Araújo Souza – Defensoria Pública do MA

Dra. Sílvia Raimunda Costa Leite – Secretaria de Saúde do MA

Dr. Herberth Costa Figueiredo – Promotoria Especializada em Saúde (MP-MA)

O Conselho Regional do Estado do Maranhão (CRF- MA) em parceira com Conselho Federal de Farmácia (CFF) realizará no dia, 5 de maio, mobilização pelo Uso Racional de Medicamento na Praça Deodoro (em frente à Biblioteca Benedito Leite) em São Luís. A ação faz parte da programação em alusão ao dia nacional pelo Uso Racional de Medicamento.

A entidade conclama os farmacêuticos e demais profissionais da saúde para aderirem à ação e conscientização pelo uso racional de medicamentos. Na ocasião os farmacêuticos e acadêmicos dos cursos de Farmácia da Capital irão orientar os cidadãos sobre o uso correto, seguro e racional de medicamentos. O CRF-MA irá oferecer serviços como: aferição da pressão arterial, dosar glicemia capilar e avaliar pacientes que estejam em uso de medicamentos e/ou tratamentos em andamento. Ações semelhantes serão desenvolvidas nos estados, pelos demais conselhos regionais.

 

Durante os dias 20, 21 e 22 de abril foi realizado o III Simpósio Sul Maranhense de Ciências Farmacêuticas em Imperatriz – MA que recebeu palestrantes renomados de diversas áreas da saúde.

A palestra magna no dia (20) foi proferida pelo presidente do Conselho Federal de Farmácia, Dr. Walter da Silva Jorge João, com o tema: "Consultório Farmacêutico - Perspectivas e Realidades", o assunto foi bastante discutido entre profissionais e acadêmicos.

“Foi um prazer imensurável poder mostrar aos demais colegas farmacêuticos de Imperatriz, presentes à palestra magna, que a nova realidade da Farmácia brasileira também já se materializou aqui. Parabéns à Diretoria do CRF-MA em nome da presidente Dr. Maria José Luna, ao conselheiro federal Dr. Fernando Bacelar, com iniciativas como a deste simpósio, estão disseminando o nosso sonho de ver o farmacêutico ocupando o seu lugar como profissional da saúde. E preciso frisar que eles têm feito isso com louvor, ao realizar um evento acessível, com a ajuda de uma tradutora de libras, todos os presentes puderam acompanhar a solenidade e a palestra” frisou o presidente do CFF, Dr. Walter Jorge João.

"Espero que durante os três dias, acadêmicos e profissionais farmacêuticos possam vivenciar conhecimento e disseminar experiências. Que o simpósio possa acrescentar na vida farmacêutica de cada um que participa deste momento de aprendizado. A diretoria do CRF-MA tem a honra de ter esse evento consagrado pela classe farmacêutica, e assim deixamos nosso muito obrigado por todos os participantes presentes de Imperatriz, São Luís, Pará, Tocantins, São Paulo e demais estados por prestigiar profissionais tão gabaritados, agradecemos também aos profissionais que vieram abrilhantar este momento. Durante os três dias iremos realizar um evento acessível com interprete de Libras e assim todos acompanharão o evento que só cresce no sul do Maranhão" destacou a presidente do CRF-MA, Dra. Maria José Luna.

No segundo dia de evento o III Simpósio recebeu pela manhã o Prof. Dr. Raimundo Antônio Gomes (MA) que dialogou sobre o tema: Anemias e Diagnóstico Diferencial e em seguida com o tema “Atuação Clínica do Farmacêutico em Homeopatia” a Dra. Margarete Akemi (SP) iniciou sua conferência e interagiu de forma bem descontraída com os participantes. Para fechar a manhã do segundo dia Dra. Camila Arguelo Biberg (MA) palestrou sobre “O antibiograma no laboratório de microbiologia clínica”.

A tarde foi realizada uma mesa redonda com a mediadora, a farmacêutica, Dra. Kallyne Bezerra (MA) e demais membros, a integrante da comissão cientifica Dra. Ana Paula Araújo (MA) e a convidada Dra. Margarete Akemi (SP), o tema central da mesa redonda foi “Fitoterapia e práticas integrativas e complementares”, nesse momento os acadêmicos participaram com questionamentos e também foi o momento para elucidar dúvidas em relação fitoterapia que vem crescendo e se destacando na ciência farmacêutica.

“Falar em fitoterapia é sempre um desafio, mas graças às pesquisas feitas nós só estamos crescendo e queremos mostrar que os fitoterápicos são medicamentos tanto quanto os industrializados” ressaltou a Dra. Kallyne Bezerra.

O minicurso de "Cuidados e serviços farmacêuticos a portadores de diabetes" foi outro momento de muita interação dos participantes, a Dra. Elizangela Motta mostrou na teoria e na prática os cuidados que devem ser prestados aos pacientes portadores de diabetes.

Para fechar o segundo dia foi feita a exposição de trabalhos científicos em banner que aconteceu ao final das palestras e minicursos, cada autor expôs seus trabalhos para que fossem avaliados pelos profissionais presentes.

O terceiro dia de Simpósio começou com a mesa redonda que evidenciou o tema “Segmento farmacoterapêutico e saúde baseado em evidências (perspectiva da drogaria e farmácia hospitalar)” com o mediador Dr. Luiz Mário Silveira (MA), Dra. Ana Cristina Lo Prete (SP) e o Dr. Marcos Diego Pereira (MA) que juntos esclareceram e também foi bastante debatido pelos participantes do simpósio.

Na continuidade de palestras da manhã a Dra. Ana Cristina Lo Prete (SP) ministrou palestra sobre “Raciocínio Clínico para prescrição farmacêutica e serviços farmacêuticos”.

A tarde começou com a entrega da premiação feita pelos diretores do CRF-MA, Dr. Edson Belfort e Dr. Luiz Mário aos autores dos trabalhos expostos, o primeiro lugar foi para a acadêmica Fúvia Alves Ribeiro do curso de Farmácia da Faculdade Florence de Ensino Superior, o segundo lugar foi para a acadêmica Dhávilla Caroline da Silva de Melo do curso de Farmácia da Faculdade Florence de Ensino Superior, e o terceiro lugar foi para o acadêmico Gabriel Ribeiro Borgneth do curso de Farmácia da Faculdade Florence de Ensino Superior cada acadêmico terá inscrição para o Congresso Maranhense de Ciências Farmacêuticas.

À tarde, a Dra. Nássara Mesquita (GO) e o Dr. Higor Guerim (PR) palestraram palestra sobre “Técnicas estéticas eficientes aos tratamentos de emagrecimento e gordura localizada”. Em seguida os dois profissionais realizaram o minicurso “Cuidados e serviços farmacêuticos na estética” O assunto foi destaque e de grande interesse dos participantes que interagiram com os palestrantes e tiraram dúvidas sobre o assunto em destacado.

O Conselho Regional de Farmácia do Estado do Maranhão realizou na noite de ontem (20) a solenidade de abertura do III Simpósio Sul Maranhense de Ciências Farmacêuticas em Imperatriz – MA. Participaram da solenidade abertura os diretores do CRF-MA, Dra. Maria José Luna, Dr. Edson Belfort e Dr. Luiz Mário da Silva Silveira, o presidente do conselho federal Dr. Walter da Silva Jorge João, o conselheiro federal, Dr. Fernando Bacelar Lobato e a conselheira federal suplente do CRF-SP, Dra. Margarete Akemi Kishi.

“Mais uma vez honrada em fazer a abertura deste Simpósio que já está consagrado em nosso calendário de eventos. E mais feliz em ver que tantos acadêmicos e profissionais que estão aqui buscando novos conhecimentos por meio de palestras e minicursos tão significantes para nossa carreira profissional, espero que todos desfrutem esses três dias de evento” enfatizou a presidente do CRF-MA, Dra. Maria José Luna em sua fala na abertura do III Simpósio Sul Maranhense de Ciências Farmacêuticas.

A conferência magna foi proferida pelo presidente do Conselho Federal de Farmácia, Dr. Walter da Silva Jorge João que interagiu diretamente com os participantes e esclarecendo sobre o Consultório Farmacêutico.

Foi um prazer imensurável poder mostrar aos demais colegas farmacêuticos de Imperatriz, presentes à palestra magna, que a nova realidade da Farmácia brasileira também já se materializou aqui. Parabéns à Diretoria do CRF-MA, ao conselheiro federal Fernando Bacelar Lobato que, com iniciativas como a deste simpósio, estão disseminando o nosso sonho de ver o farmacêutico ocupando o seu lugar como profissional da saúde. É preciso frisar que eles têm feito isso com louvor, ao realizar um evento acessível. Com a ajuda de uma tradutora de libras, todos os presentes puderam acompanhar a solenidade e a palestra” frisou o presidente do Conselho Federal de Farmácia,Dr. Walter Jorge João.

O III Simpósio Sul Maranhense de Ciências Farmacêuticas está sendo realizado pelo Conselho Regional de Farmácia do Estado do Maranhão (CRF-MA), e Conselho Federal de Farmácia (CFF).

Pagina 3 de 28

Eventos e Cursos

       1-simposio-de-farmacia-hospitalar

Sede CRFMA

Rua Faveiros, Quadra. B, número 7 - São Francisco São Luís - MA CEP: 65075-270.

Fone:
(+55 98) 2107-3850/2107-3851
Fax:(+55 98) 2107-3852

Atendimento ao público:
Segunda à sexta das 9h às 17h.

Seccional Imperatriz

Avenida Dorgival Pinheiro de Sousa, n. 1163, sala 01 – Centro Imperatriz – MA CEP: 65903-279.

Fone/Fax:
(+55 99) 3221-8981 e 3221-8989

Atendimento ao público: 
Segunda à sexta 8h às 12h e das 14h às 18h.

Seccional Balsas

Av. Catulo, n. 170 Equatorial Shopping Center, 2º Piso - Sala 17, Balsas-MA CEP: 65800-000.

Fone:
(+55 99) 3541 3891

Atendimento ao público: 
Segunda à sexta das 14h às 18h.

Twitter Twitter

 

Facebook Facebook

 

RSS RSS

 

YouTube YouTube